sábado, 24 de setembro de 2011

Os filhos e o alcance de sonhos

Tudo bem, sei que já virou uma constante essa minha história de ficar falando que voltarei à atividade, por isso mesmo que desta vez não prometerei nada, simplesmente escreverei...
Hoje estava no Salão de Beleza, fazendo minha unha, quando me deparei numa conversa sobre maternidade(é engraçado, mas depois que a gente se torna mãe a sempre acaba nesse assunto...) com duas mulheres, onde uma não tinha filhos e eu e a outra tinha. A conversa estava girando em torno do QUANDO se ter filhos, pois a mulher que ainda não é mãe dizia que só queria ter filhos, após passar num bom concurso público, sair do aluguel, fazer mestrado, entre outros desejos...em meio a sua fala fiquei lembrando que antes de ser mãe também colocava todas esses itens como necessários antes de ficar grávida, que nada disso aconteceu antes de ser escolhida para carregar um bebê na barriga e como no fim das contas, muito dos requisitos que julgava ser necessário para ser uma boa mãe são ilusórios.
Foi meio a estes devaneios no salão que escutei a outra mãe dizer "...realmente tem que fazer tudo isso antes, pois o filho atrapalha muito a vida!". Juro, naquela hora me vi em meio a cena de Ally Mcbeal, parando tudo e perguntando para aquela mulher, com sanguenoszoi: COMO É QUE É???
Eu posso até parecer idealista neste momento, mas não acredito que o Heitor atrapalhe a minha vida. A chegada dele trouxe muitas, muitas mudanças...mudanças de planos, de táticas, de alternativas, mas em momento algum posso dizer que me atrapalhou a vida! 
Tive que repensar sobre fazer o curso de oficiais da aeronáutica na BA ou sobre o meu sonho de entrar para a cruz vermelha, sonhos esses que nem sei se iria para frente, existindo Heitor ou não. O que sei é que consegui me formar em Psicologia, mesmo tendo parido no ultimo ano da faculdade, tenho conseguido atuar na área que gosto e já estou dando inicio à minha pós, além de pensar no meu mestrado como plano futuro.
Com tudo isso, como posso ousar dizer que meu filho atrapalhou minha vida? Como disse anteriormente ele me fez mudar muitas coisas, não penso mais em passar o carnaval na BA em meio ao frevo de gente, penso em viver um carnaval lá sim, mas agora com uma rota mais tranquila, mais segura...mais familiar.
Enfim, acredito que um filho jamais vai te impedir de conquistar um sonho, certamente, vai te fazer repensar como conquistá-lo, incluindo no caminho da conquista os cuidados necessários que um filho exige, as vezes tendo de tomar uma rota um pouco mais longa para chegar no objetivo ou tendo sim algumas dificuldades que antes imaginávamos que não teria, mas daí desistir ou seguir em frente nessa busca é uma decisão que só você pode tomar, cuja a responsabilidade não pode, em hipótese alguma, ser jogada para uma criança.


8 comentários:

Chris Ferreira disse...

Oi,
Nossa!!! Filhos atrapalham a vida? As minhas são a razão da minha vida! Minha alegria!
Que bom que você curtiu nossa ida ao Rock in Rio!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Mamãezinha disse...

Que frase maluca hein? Minha filha é o meu maior prazer e aprendizado também. Beijos!

Ana disse...

Oiê! Que bom que voltou :)
Dizer que o filho atrapalha a vida é pq então ele não faz parte da vida dela. Mas espero que ela tenha errado na frase, e queria falar outra coisa...
Beijos!

Lua Ugalde disse...

É Chris, infelizmente há mães que realmente acham os filhos um peso.E apesar de tbm achar essa frase maluca, Mamãezinha, acredito que naquele momento, para ela fazia muito sentido.
Tbm espero que ela tenha errado,Ana. Ela e muitas outras "mães"...
Bjos para vcs!

Mari Hart disse...

Eu já acho ao contrárip, filho trás sorte, prosperidade! Conquistei coisas depois da maternidade, que eu jamais poderia imaginar!

Vi que vc é de Porto Velho, tenho família aí! Quem sabe vcs não se conhecem, eles dizem que é um ovo! rs...

Bjkas!

Lua Ugalde disse...

Pior que PVH é mesmo um ovo Mari, mas agora estou morando em Rio Branco-AC, que consegue ser menor que Porto Velho!!
Mesmo assim,pode ser que eu até conheça alguém da sua familia...já pensou !huahuahuaa

Li disse...

Ah! O meu filho nunca atrapalhou a minha vida!!! Pelo contrário, é tudo pra mim!!!
Adorei o blog!

Beijos!

Lívia.

Genis disse...

Lua, sumida...
Passando por aqui pra desejar muita paz nesse Natal e saúde pra todos os familiares!
Beijos, Genis