quinta-feira, 23 de julho de 2009

Eu não estou te analisando!

Quando as pessoas vão entender que o fato de alguém estudar ou ser formado em psicologia não faz com que ela passa 100% do seu dia tentando analisar as pessoas?
Fala sério! A cabeça do psicólogo não se resume a psicodinâmica, traumas e meios de fazer com que todos ao nosso redor tenham insights incessantes sobre seu inconsciente. Quando me relaciono com as pessoas, tenho minhas opiniões formadas e por mais que as vezes pareça(e eu digo PAREÇA) não tenho nem como estar analisando ninguém!
Primeiro pq com amigos e pessoas próximas não tenho a danada da paciência para esperar o tal "tempo" que é necessário para que a pessoa esteja preparada para encarar determinadas verdades da sua vida. Segunda que sempre quero que as pessoas façam o que eu acho que é o melhor pra elas, coisa que de longe não posso e não faço quando estou fazendo alguma atividade relacionada à psicologia. Poderia citar mais mil motivos de não ter como um psicólogo estar analisando um amigo, primo ou sei lá o quê numa conversa relativamente séria ou pessoal, mas não estou com saco pra isso no momento.
Então, pra finalizar, espero que quem leia isso aqui entenda que as vezes que estou de conversa e falo a minha opinião não quer dizer que fiz um super estudo da sua personalidade, estou simplesmente colocando na roda o que eu acho, assim como qualquer pessoa faz em uma conversa.
" As vezes um charuto é apenas um charuto", já dizia Freud!

4 comentários:

Ana. disse...

às vezes né, Lua??? hauahiuhaiuhau

Tiago e Natália disse...

Interessante essa sua postagem Luana. Quem não concheçe o curso de Psicologia realmente acredita que somos pessoas que estamos a todo momento fazendo análise de tudo e de todos. Independente da nossa profissão, temos uma história de vida e opiniões formadas de acordo com valores e princípios que adquirimos ao longo da vida. A profissão de psicólogo ainda é muito mal conhecida , predominando a idéia de que o psicólogo não vive...só analisa...

Um abraço Luana, e sucesso! Deus te abençoe

Tiago Siena

Katheriny disse...

Até pq acho que seria muita prepotência querer analisar alguém por UMA simples conversa, né não? ;P
Mas que revolta é essa? quem é que tá te chamando de psicóloga de plantão?

Lília disse...

Engraçado que as vezes damos nossa opinião... sem nem pensar em teorias e as pessoas ja ficam olhando atravessado, achando que estamos sendo prepotentes!